Conversão de gás natural para GLP

Na maior parte dos modelos de fogões disponíveis no mercado, eles vêm prontos para uso de botijão de gás ou, em situações específicas, prontos para serem adequados para utilização do GLP. Contudo, há uma situação bem comum que pode exigir a conversão de gás natural para GLP: imagine que você se mudou para uma casa com gás encanado, mas depois de um tempo, mudou-se novamente para um local que utiliza o gás de botijão. Nesse exemplo, a conversão de gás será essencial para que você volte a usar o eletrodoméstico.

Para fazer essa transformação de forma correta e segura, é imprescindível que entre em contato com uma empresa especializada no serviço. Ou seja, não tente fazer a alteração por conta própria, pois trata-se de um procedimento extremamente arriscado – pode provocar vazamentos ou até mesmo explosões.

Quando você conta com o suporte técnico, o processo é simples e rápido, uma vez que o técnico terá kits de peças específicas para cada modelo de fogão, dimensionadas corretamente.

Durante a conversão de gás natural para GLP são trocadas a ponteira de conexão do gás, os registros (devido a diferença de vazão), os injetores (diâmetro diferente em relação ao Gás Natural) e é realizada a regulagem da entrada de ar.

Conversão de Gás Natural para GLP é especialidade da AA Gás

Sem dúvidas, todas as etapas envolvendo a conversão de gás natural para GLP são complexas e não podem ser executadas por qualquer pessoa. Por isso, é fundamental contar com o apoio de empresas especializadas, como é o caso da AA Gás.

A equipe da AA Gás é altamente capacitada e treinada pela escola Roberto Simonsen (Senai-Brás), possuindo assim, vasta experiência no ramo. A empresa é credenciada pela Comgás, certificada pela Qualinstal e possui atendimento 24 horas. Ou seja, é a melhor opção quando o assunto é conversão de gás.

Receba um orçamento




Gás Liquefeito GLP

O Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), popularmente conhecido como gás de cozinha, é amplamente utilizado no Brasil em residências para aquecimento e também em determinados veículos. Resultado da separação de frações mais leves do petróleo durante o refino, ele é composto de uma mistura de gases hidrocarbonetos. Durante a sua produção, ele recebe um componente orgânico a base de enxofre (Mercaptano), para assim, conferir um odor ao produto - uma vez que o GLP é incolor e inodoro. Por conta de suas características, ele é utilizado em ambientes fechados (como cozinhas) ou em aplicações industriais sensíveis a poluentes (como na fabricação de vi...
telefone